Total de visualizações de página

Páginas

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

PARABÉNS AOS ANIVERSARIANTES DE SETEMBRO




Agosto passou...
Inicia-se um novo mês.
Mês das flores, do verde,
do colorido e do perfume
das flores abençoando quem passa.
Iniciamos um novo tempo...
Uma nova estação...
E principalmente, por ser este, o mês do seu aniversário!
Comece Setembro com todo otimismo,
e tudo será abençoado.
Parabéns, felicidades!!
(Ana Fontes)

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Cão, um animal irracional...



Exagerada? Eu? Assim o dizem. O cão, esse amigo fiel, esta sempre em primeiro lugar é o que dizem, independente de quem ou o que seja. Dizem deixar as pessoas em segundo plano por causa deles, os cães. Será? E a recíproca é verdadeira? Estarei eu em primeiro lugar na vida dos outros como eu estou na dos cães? Será o seu amor fiel, leal e amigo, mesmo quando não estou bem? Até mesmo quando meu humor está "azedo" e cuspindo "fogo" para todos os lados? Pois é, o cão, meus cães, me amam assim, fielmente, amigos para sempre, por toda a eternidade, independente de meu humor, ânimo ou disponibilidade. Para ele, basta estar ao lado, quanto mais junto melhor, basta fazer-lhes um agrado ou dizer-lhes uma palavra. Pelo tom da minha voz ele percebe se estou lhe dando carinho ou repreendendo. A interação entre o dono e seu cão é muito grande! Ele percebe meus sentidos e como está o meu humor. Ele está sempre disponível, alegre, a calda sempre abanando e um latidinho estridente de contentamento quando posso brincar com ele. Dizem ser os cães nada inteligentes, ledo engano, eles o são e de uma forma muito avançada, a prova disso é a sua capacidade de independência. Ele sabe se virar desde pequeno, as cadelas parem sozinhas, se viram quando abandonados atrás de comida e de água ou abrigo. As vezes morre, sim morre. A causa: os maus tratos dos humanos, seres superiores e inteligentes, que submetem os animais à condições inaceitáveis e inacreditáveis.
O cão morde, sim, para sua defesa ou quando o homem(ser superior e inteligente) o treina para morder e agredir tornando-os violentos e assassinos. O homem, morde e como morde de uma forma muito mais cruel, dolorida e  desumana. Como? Quando? Ao abandonar uma criança em latas de lixo, idosos em condições sub-humanas, governantes que nada fazem perante a miséria do povo, que praticam sabotagens, falcatruas, corrupção, ou gastos desnecessários usando o dinheiro do povo indevidamente...  Entre tantas outras ações de desamor e abandono.
É e quem morde é o cão! 
É, ainda dizem ser os cães animais irracionais. Será?  

Ana Fontes
(Agosto/2008)