Total de visualizações de página

Páginas

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Meus 70 anos


Alo! Boa tarde.
Natal passou...
Foram tantos abraços, presentes, festas...
Mas será que nos lembramos do verdadeiro aniversariante?  Jesus! 
Será que agradecemos por tudo que ele fez por nós?
Acho que sim...
Pois temos amigos, família, gente que nos curte...
Eu, por exemplo, fui agraciada, pois nasci no dia em que Jesus nasceu - 25 de Dezembro!  Vim ao mundo... 
Um presente enviado por Deus para meus pais.
Esse ano completei 70 anos, muito bem vividos.
Tenho dois lindos filhos, meu tesouro, um neto, minha nora...
Meu marido, vivemos juntos já a 45 anos...
Tenho também minha mãe ainda viva, uma linda senhora com 88 anos...
Como podem ver tenho uma vida relativamente feliz 
apesar dos percalços do dia a dia.
Tenho minha casa, tão sonhada, minhas duas cadelas, Laika e Boneca,
bem levadas mas que enchem a minha vida de alegria.
E além disso tenho a alegria de poder compartilhar com vocês todas essas alegrias...

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Natal - Estatuto de Natal

Estatuto de Natal
(Ernest Sarlet)

 
Art. I:

Que a estrela que guiou os Reis Magos
para o caminho de Belém
guie-nos também nos caminhos difíceis da vida.

Art. II:
Que o Natal não seja somente um dia, mas 365 dias.

Art. III:
Que o Natal seja um nascer de esperança,
de fé e de fraternidade.

Parágrafo único:
Fica decretado que o Natal não é comercial,
e sim espiritual.

Art. IV:
Que os homens, ao falarem em crise,
lembrem-se de uma manjedoura e uma estrela,
que como bússola, apontem para o Norte da Salvação.

Art. V:
Que no Natal, os homens façam como as crianças:
dêem-se as mãos e tentem promover a paz.

Art. VI:
Que haja menos desânimos, desconfianças,
desamores, tristezas.
E mais confiança no Menino Jesus.

Parágrafo único:
Fica decretado que o nascimento de Deus Menino
é para todos: pobres e ricos, negros e brancos.

Art. VII: 

Que os homens não sigam a corrida consumista de 'ter',
mas voltem-se para o 'ser', louvando o Seu Criador.

Art. VIII:
Que os canhões silenciem,
que as bombas fiquem eternamente guardadas nos arsenais,
que se ouça os anjos cantarem Glória a Deus
no mais alto dos céus.

Parágrafo único:
Fica decretado que o Menino de Belém
deve ser reconhecido por todos os homens
como Filho de Deus, irmão de todos!

Art. IX:
Que o Natal não seja somente
um momento de festas, presentes.

Art. X:
Que o Natal dê a todos um coração puro, livre,
alegre, cheio de fé e de amor.

Art. XI:
Que o Natal seja um corte no egoísmo.
Que os homens de boa vontade comecem a compartilhar,
cada um no seu nível, em seu lugar, os bens e
conquistas da civilização e cultura da humildade.

Art. XII:
Que a manjedoura seja a convergência de todas as
coordenadas das idéias, das invenções, das ações e
esperanças dos homens para a concretização da paz universal.

Parágrafo único:
Fica decretado que todos devem poder dizer,
ao se darem as mãos:  FELIZ NATAL

Natal - Mensagem de Natal

Natal é...

Natal é...
Renascer...
no amigo, na família.
Sobreviver...

Natal é ...
Vida, esperança, amor, alegria,
comemoração, paz...
É o novo tempo!

Tempo de perdão, de partilha,
de semear, colher frutos...
Tempo do amor maior,
celebrar o nascimento do amigo Jesus...

Feliz Natal e Próspero Ano Novo!
Prá você e sua família.
(Ana Fontes)



Natal - Recado de Noel




Papai Noel disse:
__ Ensine às crianças o velho significado do Natal.
O significado que hoje em dia está esquecido.
 Papai noel abriu o saco de brinquedos  tirou de lá um PINHEIRINHO e o colocou em frente a  outra árvore.
__ Ensine às crianças que a cor pura do majestoso pinheiro permanece verde o ano todo, representando a fé duradoura da humanidade; todas as suas folhinhas, em forma de agulha, apontam para o céu, simbolizando os pensamentos dos homens voltados para o alto.
Novamente mexeu no saco de brinquedos e tirou uma ESTRELA brilhante.
__ Ensine às crianças que a estrela foi o sinal celeste das promessas feitas muito tempo atrás.
Deus prometeu um Salvador ao mundo, e a estrela foi o sinal do cumprimento de Sua promessa.


 Ele abriu novamente o saco de brinquedos e tirou de lá uma VELA.
__ Ensine às crianças que a vela simboliza que Cristo é a luz do mundo, e que, quando vemos esta grande luz, somos lembrados Daquele que dissipa a escuridão.
Mais uma vez ele abriu o saco de brinquedos, tirou de lá uma GUIRLANDA e a colocou na árvore.
__ Ensine às crianças que a guirlanda simboliza a real natureza do amor. O amor verdadeiro nunca morre. O amor é um círculo contínuo de afeição.
 Ele então trouxe do saco de brinquedos um ornamento na forma de PAPAI NOEL.
__ Ensine às crianças que eu, Papai Noel, simbolizo a generosidade e a boa vontade que sentimos durante o mês de Dezembro.



Do saco tirou um ramo de AZEVINHO.
__ Ensine às crianças que o azevinho representa a imortalidade. Representa a coroa de espinhos colocada no Salvador. O Fruto e o laço vermelho representam o sangue derramado por Ele.


A seguir, ele tirou do saco de brinquedos um PRESENTE e disse:
__ Ensine às crianças que Deus amou tanto o mundo que deu Seu FILHO primogênito...
Dê graças a Deus pelo Seu inefável presente.
(desconheço o autor do texto)
Recebido pela internet da Ria Slides.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Alegria por amanhecer mais um dia...

Amanheceu...

Oi! 
Quero compartilhar com você a alegria a felicidade em poder, mais uma vez, apreciar o amanhecer. 
É uma paz contagiante!  
A luz dos primeiros raios de sol invade o quarto e me desperta. 
O som do inebriante trinar dos pássaros, é música suave a invadir todo o meu ser. 
A foto mostra o que descortino da minha varanda
(foto tirada às 6h). 
Essa benção que se renova a cada dia, a cada manhã! 
Agradeço a Deus, todos os dias, a imensa felicidade em estar viva e desfrutar dessa imensa graça. 
Apreciar, mais uma vez, o amanhecer!
Um beijo, Ana
(agosto/2008)



quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Natal - Advento - "Chegada"

Advento 

Tempo de espera, preparação para o acontecimento maior da humanidade - nascimento de Jesus - o salvador!
Natal daquele que veio para nos redimir, para apagar a mancha deixada pelos primeiros habitantes da terra - o pecado.
Jesus veio para estabelecer a nossa ligação com Deus - seu pai amado, destruída pelo pecado de nossas origens, veio abrir novamente, as portas do céu para nós.
"Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância."(Jo10,10).
Advento, tempo de perdão, partilha, fraternidade, amor...
Preparemo-nos com muito amor para receber e ver esse menino Deus em cada irmão, em cada semelhante nosso.
Muita paz, amor e fraternidade a todos.
Feliz Natal!